Eu não sou daqui sou clandestino em minha vida…

Últimas

A navegar

É necessário apenas um sentimento bom para exercer sobre nós á certeza de que tudo está caminhando rumo ao sucesso, por vezes a nossa percepção não nos permite ver o quanto caminhamos e nem mesmo aonde chegamos, porém traçar metas elaborar planos para qualquer outro projeto que não seja exatamente a própria “vida” é uma tarefa fácil, mas vamos com calma até por que nem tudo é um mar de rosas, pois quando se trata da própria vida e suas demais bagagens sendo elas futuro, emprego, estabilidade profissional ou emocional é difícil se sobressair nesse turbilhão de pensamentos. Em determinados momentos tendemos a simplesmente desistir e atracar o barco, entretanto o mar da vida é imenso e nem sempre estaremos perto de um porto seguro, sendo crucial continuar a navegar.

Falamos de amor

Estamos em janeiro ano de “2020”, este por sua vez é considerado como ano bissexto e nós ainda falamos de amor, em nossos cálculos teremos exatos “366” dias para fazermos tudo diferente essa é a grande chance e nela podemos ter a certeza de que teremos mais acertos com muito mais alvos, a hora é essa aquecer o coração e iluminar a própria mente ajuda a traçar um novo percurso seguido de um bom recomeço, os medos e ambições podem ainda caminhar lado a lado, porém cabe a cada um de nós saber, distingui-los e agarrar-se a apenas no que for bom, eu gosto de acreditar que coisas boas acontecem todos os dias é uma forma simplificada de viver a vida, sendo otimista e prosperando a cada dia e a riqueza bom só posso dizer que ela está em tudo das ações a emoções e principalmente nas pequenas coisas que a gente nunca esquece.

A idade

Nos últimos anos diversas portas se abriram muitas pessoas surgiram e algumas se esvaíram, a ironia sobre isso é a falta e a saudade que todas elas deixaram, algumas marcaram época outras criaram trajetórias e muitas delas tornaram-se roteiristas da própria vida, comigo não poderia ser diferente eu apenas tenho escrito a minha própria história e não me refiro ao que está sendo redigido aqui no “blog”, mas sim a todos os meus manuscritos no livro da vida, todas as minhas ações meus grandes atos e feitos heroicos, cumprindo com o meu papel e executando a missão destinada a mim nessa terra, hoje já não tenho mais corrido em círculos naquela extrema busca por um propósito de vida, acredito ter chegado à famosa fase da vida onde atribuímos mudanças de humor e pensamentos tudo a idade.

Gênio indomável

A juventude é como os dias ela inicia, ela decorre e simplesmente passa sem que a gente perceba, pois bem aos quinze anos de idade eu pensava ter o mundo em minhas mãos, sabe aquela mistura e sensação de poder e ao mesmo tempo um querer, algo de forma tão intensa que chegava a impulsionar-me em direção aos meus sonhos, já que na minha pequena mente brilhante não existiam fronteiras nem limites, bastava sonhar planejar e realizar simples assim, hoje penso que eram apenas os vestígios da inocência que ali ainda estavam presentes em mim. “risos” o gostinho do falso poder a total impressão de ter pleno domínio sobre a vida quando na verdade tudo que eu era resumia-se apenas a um gênio indomável com a sede do querer, mas sem recursos ou poder.

Pontes indestrutíveis

Todos nós temos alguma coisa ou alguém por quem lutar, pois bem eu tenho minha esposa “Bruna” sempre que me pergunto se estou fazendo a coisa certa penso na “Bruna” e o resto fica fácil, em todas as buscas por equilíbrio e compreensão é necessário ter um foco, no entanto a mudança tem que partir de cada um de nós, porém ela ocorre a partir do momento em que encontrarmos uma motivação real da qual nos faça querer ser diferente, algo que nos transforme e nos ajude a ser a melhor versão de nós mesmos, nos direcionando e explorando nosso próprio interior, conduzindo-nos ao encontro de abrigo e uma enorme parcela de amor, creio que esses sejam os pontos cruciais para que obtenhamos uma boa relação com laços fortificados estabelecendo assim pontes indestrutíveis.

Em linha reta com os erros

Havia um tempo no qual tudo se resumia em sonhos, hoje vivemos em circunstâncias onde se faz valer o que é real, laços se reconstroem vidas se renovam e um novo mundo se forma, venho seguindo essa filosofia nos últimos tempos e posso afirmar que tem funcionado bem, atualmente consigo compreender claramente qual o meu lugar, o que eu realmente quero e até onde eu posso chegar, não há limitações sobre tudo que podemos ser ou iremos nos tornar, pois a vivência dos dias simplesmente molda e nos direciona, seja ao fracasso ou pleno sucesso, mas cabe a cada um de nós saber distinguir sobre qual caminho trilhar, a palavra difícil combina bem com a frase acerto, na mesma proporção em que o fácil caminha em linha reta com os erros.

As Coordenadas

Sempre retomar as coordenadas da própria vida, assim como retomamos nossas atividades ao amanhecer do dia. Hoje acordei com intuito de fazer a diferença mesmo sem um propósito ou objetivo definido, apenas sai de casa e pensei vamos a luta afinal é só mais um dia em meio a tantos outros que estão por vir, creio que o fato de planejar o dia e não seguir conforme o plano seja algo natural de todos nesse globo terrestre, entretanto comigo não poderia ser diferente. E nós não controlamos tudo que acontece em apenas um dia, nem mesmo nossas ações são de nosso total domínio, algumas vezes eu gostaria de me sentir em equilíbrio absoluto já em outras eu apenas deixo a vida me levar assim como diz “Zeca Pagodinho” a intensidade da vida nem sempre pode ser medida, apesar disso é preciso viver ser feliz e sentir o gostinho de tudo que for bom.